Ex-gestores públicos são condenados por improbidade administrativa e crimes de administração pública

45 ex-gestores foram relevados com a divulgação do 7º Lote da Meta 4 do CNJ
Juiz Aluízio Bezerra, coordenador da
 Meta 4

Quarenta e cinco ex-gestores públicos paraibanos foram condenados pelo Tribunal de Justiça da Paraíba por improbidade administrativa e crimes de administração pública. Esse foi o resultado do julgamento de 53 processos referentes ao 7º Lote da Meta 4 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), divulgado na manhã desta sexta-feira (15), em Campina Grande, pelo juiz Aluízio Bezerra filho, Coordenação dos trabalhos da Meta 4 no âmbito do judiciário paraibano.

Com a divulgação das sentenças desse 7º Lote de ações de improbidade administrativa e crimes contra a administração pública, chega a 456 o número de processos julgados relativos a essa Meta, neste ano de 2014.

Dentre os condenados estão ex-prefeitos, ex-vereadores e ex-secretários municipais. As penas aplicadas são de suspensão de direitos políticos, multa civil e proibição de contratar com o Poder Publico, além de ressarcimento dos valores desviados da Administração Pública.

O relatório de divulgação relaciona, em quadro abaixo, a identificação dos réus, suas sanções e os que foram condenados, e também os que foram absolvidos.

O grupo especial é formado pelos juízes João Batista de Vasconcelos, Jailson Shizue Suassuna, Fábio José de Oliveira Araújo, Diego Fernandes Guimarães, Algacyr Rodrigues Negromonte, Manuel Maria Antunes de Melo, Keops de Vasconcelos Amaral Vieira Pires e Hugo Gomes Zaher, que é coordenador pelo juiz Aluizio Bezerra Filho e que tem como gestor da Meta o desembargador Leandro dos Santos.

O trabalho desenvolvimento alcança todas as comarcas do Estado que importa na tramitação prioritária desses processos e o julgamento do que se encontra regularmente instruídos.

Por Eloise Elane

Veja quem foi condenado na lista em anexo: