Funcionários realizaram reunião para tratar do atraso dos pagamento dos seus salários.

Ontem a noite, quinta-feira (15), por volta das 19:h, foi realizado uma reunião com vários funcionários público da educação e da saúde do Município de Piancó, para discutirem as medidas que eles deveram tomar para que o prefeito Sales Lima, realize os pagamentos dos funcionários deste Município.

Um dos participantes foi o vereador e funcionário, Neguinho Marinheiro, que em seu comentário explicou o valor que a prefeitura de Piancó recebeu que foi de R$ 34.327.676,89, durante o ano de 2014, e que não avia motivo da prefeitura atrasar os
salários dos funcionários. 

Também o advogado Dr. João Batista, disse que era para todos esquecer a cor partidária e que é hora de unimos em benefício dos salários dos funcionários e achar a melhor maneira, que é provocar o Ministério Público, para que ele abra uma ação cível pública contra o Município. 

O presidente do Sindicato dos funcionários da Saúde, Eliziario, falando das suas ações que teve como presidente, entre elas o
problema do pagamento dos funcionários da saúde, como o mês de novembro e dezembro e o terço de férias, e que amanhã ira a prefeitura para saber por que o resto dos funcionários não receberam os seus salários.

A vereadora Peta, em seu comentário falou para todos que ali se encontrava que ontem mesmo já avia protocolado um requerimento na prefeitura pedindo as providencias para que seja sancionado os pagamentos dos funcionários, também a mesma falou que os vereadores da oposição já entraram com 26 ações na justiça e que
ele pode ser casado por improbidade administrativa.

Uma funcionária indignada com o atraso dos seus salários, questionava que o prefeito usava verbas de outra secretaria para poder pagar uma outra e agora não estão pagando mais nem uma completa falou uma funcionária e que o dinheiro vem todos os meses, mais pagamentos que é bom nada.



No final, foi criado uma comissão para que na próxima segunda feira, eles iram conversa com o promotor de Justiça para que ele tome as providências cabíveis.








Piancó1