Sertão: Desconfiado da paternidade, jovem mata filha de dois anos com tiro nas costas; Acusado tentou suicídio ao ver criança morta

A bala atingiu as costas da menor e saiu na barriga. A criança foi socorrida para o hospital, mas não resistiu e morreu. Confira aqui!


O funcionário da prefeitura de São Bentinho, no Sertão do Estado, identificado por Ronaldo Bezerra da Silva, de 33 anos, conhecido por "Ceará" atirou na própria filha, uma criança de dois anos de idade.

Segundo informações da polícia, a criança estava numa rede e foi atingida por um tiro de espingarda calibre 12 nas costas e abala chegou a sair na barriga da menina.

Ela foi socorrida para o hospital de Pombal e em seguida para o hospital de Patos, mas não resistiu e faleceu.

Após o crime, o pai tentou suicídio atirando na própria garganta. Ele foi socorrido para Pombal e não corre risco de morte.

O comandante da 2ª companhia de Polícia Militar de Pombal, O capitão Batista disse é o crime foi passional, pois o acusado não se conformaria com separação da ex-esposa.

De acordo com informações chegadas a reportagem do Diário do Sertão, a mãe da menina havia ido embora e deixado a criança para Ronaldo cuidar, mas o acusado estaria desconfiado da paternidade.


DIÁRIO DO SERTÃO com informações do liberdadepb