As calçadas de Piancó, pede socorro.

Hoje em boa parte da cidade de Piancó, os pedestres têm que andar nas ruas sujeitos a ser atropelados, tudo isto porque a fiscalização notifica os cidadãos, com obras irregular, mais nada acontece, só quando acontecer o pior que vão tomar providências.

O passeio por algumas ruas de nossa cidade, tornou-se difícil. As calçadas, que deveriam ser reservadas para o ir e vir dos pedestres, perdem a principal finalidade a cada dia. Em várias situações, o cidadão vê-se obrigado a transitar pela área reservada aos veículos, por conta do espaço ocupado por construções irregulares, e até veículos que utilizam as calçadas como estacionamento.

Os vereadores da cidade de Piancó, parece que não enxergão um palmo desse problema, não sei  por que, ou eles tem medo de perde votos dos que estão fazendo as obras irregulares. O pior é que a cada dia a coisa tá fincando pior, até parece que eles não moram em Piancó, ou estão querendo é ver as ruas, parecerem uma viela.

O mais sério é que tem lei para isso, que dá direito a sensibilidade dos portadores de necessidades especiais, como os próprios pedestres de circular pelas calçadas. O próprio código de postura do município de Piancó, reza que o menor tamanho de uma calçada é de um metro e meio(1.5), mais em Piancó, em certos casos nem meio metro(0,5) estão deixando.

Eu, desafio um dos onze (11), vereadores de Piancó, a tomar uma providência sobre este caso, eu duvido, mas não é fazer requerimento para o prefeito não, mais sim encaminhar denúncia ao representante do patrimônio público no ministério público de Piancó.

Damião Farias