Governo do Estado não repassa recursos para o Samu e serviço pode entrar em colapso na Paraíba

Praticamente há um ano o Governo do Estado não repassa recursos ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) na Paraíba. 

Na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Renato Gadelha denunciou o descaso e omissão com um dos serviços de maior importância da saúde pública brasileira, que pode entrar em colapso e parar de funcionar por completo caso permaneça sem os recursos financeiros “sonegados” pelo estado.

Segundo o deputado, o município de Campina Grande já acumula um saldo superior a R$ 4 milhões. Sousa, no Sertão paraibano, já soma R$ 800 mil.


Fonte: folhavipdecajazeiras.blogspot.co.id