Por que a Câmara de vereadores de Piancó exclui os adeptos de outras religiões na leitura da Bíblia?

Embora a leitura da bíblia não conste no Regimento Interno da Câmara de vereadores de Piancó, durante a abertura de cada sessão na Câmara, um parlamentar, lê um versículo da Bíblia. Vários Piancoenses não concorda com o posicionamento desta casa legislativa, já que ela feria a laicidade do Estado e não contemplava as demais religiões.

Sei que boa parte dos vereadores (a), são católicos, como eu, mais, os parlamentares foram eleitos para servi ao povo e à constituição. Não é possível que as outras religiões sejam descriminadas e ainda mais, por uma casa que tem o papel de servi a comunidade seja qual for a sua religião.

A cidade de Piancó possui quase 16 mil habitantes, e possui vários tipos de religião, Católico, Evangélicos, Testemunha de Jeová, Candomblé, Espírita, Ateus etc. Sendo assim a Câmara de vereadores deveria pensar em ampliar a leitura com as demais religiões, a final, a casa é do povo e não pode ter religião, não é possível que a Câmara faça leitura só para Católico ou de Evangélico. Ao ler apenas texto da Bíblia, estão excluindo parcelas da população que não seguem o Evangelho. É preciso que os parlamentares corrijam essa falha e defendam a laicidade do Estado.