Prefeito 'lança' candidatura de Cássio ao governo do Estado em 2018

Em entrevista a uma emissora de João Pessoa, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), definiu o senador Cássio Cunha Lima, vice-presidente do Senado Federal, como a opção mais representativa para as oposições na disputa ao governo do Estado em 2018. “Ele tem as credenciais necessárias e é o nome mais forte para a disputa pelo Palácio da Redenção”, assegurou Romero Rodrigues. O alcaide reeleito da Rainha da Borborema exibe as credenciais de Cássio para o confronto no voto: experiência administrativa, adquirida nos períodos em que administrou o Estado, liderança política indiscutível e protagonismo nacional construído nos últimos anos pelo seu mandato no Senado, “É o nome mais forte”, acrescenta Romero.

Em 2014, Cássio Cunha Lima perdeu a disputa para o atual governador Ricardo Coutinho e seu mandato no Senado terá que ser renovado nas urnas em 2018. Na opinião de Romero, os partidos que formam a oposição na Paraíba deveriam ter o bom senso do dever histórico diante da batalha eleitoral pelo governo, “levando-se em conta que as urnas de 2016 foram eloquentes no sentido de sinalizar que o atual governador Ricardo Coutinho tem claras fragilidades eleitorais e frustrações administrativas”. Até o momento, o gestor socialista tem repetido que pretende cumprir o mandato até o último dia da gestão. Segundo ele, a disputa por uma vaga ao Senado não é caso de “sangria desatada”.

A candidatura de Ricardo a senador já foi lançada por iniciativa do deputado estadual Jeová Campos, do PSB, que descortinou méritos do governador no equilíbrio financeiro do Estado, compromissos dele com a população paraibana e capacidade de oferecer uma grande contribuição ao debate dos graves assuntos da conjuntura brasileira. Em relação a Cássio, o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, é enfático: “Naturalmente, numa decisão de foro íntimo, cabe a Cássio avaliar o cenário em 2018 e se decidir sobre o desafio que tem pela frente, mas o importante é que ele tem, dentro do PSDB, e certamente nos outros partidos que integram a oposição, o reconhecimento de que se trata de um quadro bastante competitivo, capaz de vencer um nome apresentado pelo governador Ricardo Coutinho à sua sucessão”, adiantou. Romero Rodrigues salientou que se sente honrado com a lembrança do seu nome para compor chapa majoritária em 2018. “Mas continuarei focado no trabalho administrativo que venho realizando e que m assegurou uma vitória em primeiro turno nas eleições presidenciais”, finalizou.