COLUNA POLÍTICA COM PIMENTA


POLÍTICA DO ATRASO

Fica cada vez mais perceptivoo porquê de tanto atraso no desenvolvimento da cidade mãe do vale. Com quase três décadas de existência, Piancó paga caro por falta de união política/administrativa, que possa alavancar o seu crescimento e proporcionar geração de emprego e renda ao seu povo. O poder legislativo, órgão representativo da população, que deveria elaborar leis, e fiscalizar a execução correta do orçamento, passou a ser uma casa de torcida do contra, fazendo figa, para que a gestão se arrebente, e tudo dê errado para o prefeito Daniel Galdino, que tem apenas três meses de mandato.

Faltam projetos, sobram discussões, inclusive de cunho pessoal, e tem até, vereador voluntário, mas o que deveria existir de fato, era união da classe política local, para que o bem comum da população fosse observado, e acima de tudo, colocado em prática. Torcer contra uma gestão, que está apenas iniciando, é deixar claro, que o passado recente, de descaso, abandono e falta de compromisso volte, para atender tão somente, aos que viviam à sombra do poder, e bradavam nas ruas de Piancó, que ganhariam as eleições de 2016, com dinheiro!

Façam apenas o que prometeram nos palanques, nada mais do que isso!

JUNTANDO OS CACOS

O “grupo” do ex prefeito de Piancó, Sales Lima, ainda tenta juntar os cacos após a vitória de Daniel Galdino. Considerado um péssimo articulador político, o ex prefeito tenta formar uma base para lhe acompanhar nas eleições de 2018, e consequentemente votar em seus candidatos a governador, senadores e deputados. Só q Sales terá mais um grande abacaxi para descascar, caso o candidato ao governo, seja o deputado estadual Gervásio Maia, já que o mesmo, tem uma ligação política muito estreita com Dr. Paulo Barbosa, que não enxerga o ex prefeito como líder, devendo comandar a campanha de Gervasinho na cidade, e boa parte da região, deixando Sales no escanteio. Além disso, os seus “aliados”, André Galdino e Edvaldo leite de caldas, acompanhados de alguns vereadores, devem apresentar seus próprios candidatos a deputado estadual e federal.

Pelo visto, não será preciso calculadora pra contar os votos de Sales aos deputados. Além da queda o coice!

DIAMANTE VOLTANDO A SER UMA JÓIA VALORIZADA

Para muitos uma surpresa, mas para quem conhece de perto, não houver surpresa alguma, quanto ao trato de Carmelita de Odoniel com a gestão pública em Diamante. Mulher de fibra, forte, educada, uma grande amiga, excelente esposa e mãe! São algumas qualidades de Dona Carmelita! Derrotada nas urnas em 2012, a atual prefeita não esmoreceu, nem abandonou aqueles que acreditam nela, seguiu em frente, e hoje administra com muito zelo, a cidade que lhe acolheu tão bem. A cidade que passou 12 anos sobrevivendo na escuridão do atraso, e da perseguição, vive novos tempos, com ações sendo desenvolvidas, e obras que irão chegar em breve, para fazer de Diamante uma das melhores cidades do vale.

Diamante desvalorizado em 12 anos, volta a ser valorizado!

LEGISLATIVO EM ALTA

A Câmara Municipal de Santana dos Garrotes, sob a presidência da vereadora Socorro Feitosa, vem aumentando o número de pessoas que visitam as dependências da casa, e das sessões aos sábados.Conhecida pelo trabalho em prol dos mais humildes, socorro tem arrancado elogios da população, que reconhecem na vereadora, uma pessoa que trabalha durante os quatro anos de mandato, e não apenas em época de campanha eleitoral, como é de praxe na política sertaneja. Aliada do prefeito Dedé de Zé Paulo, socorro tem enviado pleitos em prol do povo santanense, como também, buscado recursos junto aos seus deputados, para ajudar a administração.

Essa mulher vai longe!

FEITO INÉDITO

O prefeito de Santana dos Garrotes, Dedé de Zé Paulo, conseguiu algo que para muitos seria impossível. Recentemente ele anunciou a adesão de três vereadores da oposição, dois deles, antigos aliados do ex prefeito Zé Alencar, conseguindo enfraquecer ainda mais, a tão sofrida oposição santanense, que ficou órfão de representação na Câmara Municipal. Contando agora com o apoio de todos os vereadores, Dedé não terá problemas para aprovar os projetos do executivo, e terá caminho livre para fazer uma grande administração.

Como perguntar não ofende! Quanto tempo irá durar essa união?

*Colaborador