COLUNA POLÍTICA COM PIMENTA – POR EUDO NICOLAU


O MEIO DO MUNDO E A CRISE

Prefeitos da Paraíba e Rio Grande do Norte fizeram na última sexta feira, um dia de paralisação geral nos serviços públicos, e se reuniram na praça do meio do mundo na BR-230, para protestar e reivindicar recursos para os municípios. Cerca de 150 prefeitos participaram do evento, que foi realizado pelas associações que representam os gestores. Na pauta de reivindicações, um dos ítens mais solicitados, é um novo pacto federativo, que redistribua os recursos de uma forma mais correta entre os municípios brasileiros.

Protestar ao som de forró, e tomando whisky 12 anos é bom demais! Quando haverá outra pra gente ir de novo?

EM BANANEIRAS A CRISE PASSA LONGE

Quem não deu nem as caras no movimento dos prefeitos foi o prefeito de Bananeiras no brejo paraibano, Douglas Lucena, e nem poderia, afinal, ele e o seu vice Guga Aragão, não tem do que reclamar, já que no mês de setembro do ano passado, em meio a maior crise econômica da história do país, eles protagonizaram algo que chega ao cúmulo do absurdo. Eis que os gestores através de um decreto legislativo, aprovado pela câmara municipal, presidida à época pelo atual vice-prefeito Guga Aragão, deu um considerável aumento para eles mesmos. Dessa forma, os senhores gestores e o secretariado, estão usufruindo de um aumento acima da inflação, desconsiderando o momento crítico que vive o Brasil.

ÔÔÔÔÔÔ povo unido da gota! Também, desse jeito, quem não seria?

O PIOR SALÁRIO DO PAÍS

O Clube dos Oficiais da Paraíba e a Associação das Esposas e Mães dos Policiais do Estado, além do Deputado Estadual João Henrique participaram na quinta feira em Monteiro, de uma audiência pública, aonde foi discutido o crescimento da violência, e o descaso do governo estadual, para conter essa escalada do crime na Paraíba. Segundo o Coronel Francisco que representa os oficiais, o governador Ricardo Coutinho descumpre um compromisso assegurado no período da campanha, de aumentar o efetivo policial, que atualmente está defasado, contando com cerca de nove mil homens, quando deveria ter, cerca de vinte e cinco mil. Segundo as entidades, o governo estadual, paga o pior salário do Brasil. Um soldado recebe como soldo, pouco mais de um salário mínimo, sendo obrigado, a fazer serviços extras para complementar a renda.

Governo que não cuida da polícia, abraça a violência!

PERSEGUIÇÃO POLÍTICA DEIXA O POVO SEM MÉDICO NO SERTÃO

O Governador Ricardo Coutinho é mesmo um cidadão político, ou seja, prega uma coisa, e faz outra completamente diferente. Em uma região pobre como o Vale do Piancó, onde o povo clama por atendimento médico, e as filas nos hospitais sucateados do estado, só aumentam, provocando a chamada fila da morte, o Rei Ricardo da Paraíba, se dá ao “luxo” de perseguir políticos, que são médicos, apenas por não apoiarem o seu projeto político, de se eternizar no Reinado no Palácio da Redenção. Prova maior de tudo isso, ocorreu no ano passado quando o ex-prefeito de Itaporanga, o médico, Djaci Brasileiro (PSDB) foi demitido do Hospital Distrital de Itaporanga. Na semana passada, outro médico e ex-prefeito do PSDB, marido da atual prefeita de Diamante, Carmelita Lucena, Odoniel de Sousa Mangueira, também foi demitido do mesmo hospital.

Se perseguição política fosse crime, Ricardo Coutinho seria condenado à prisão perpétua!

SALGADINHO EM BRASÍLIA

O Prefeito de Salgadinho, Marcos Alves, se prepara para mais uma viagem a Brasília, para buscar recursos para o município. Marcos tem demonstrado uma boa desenvoltura política na capital federal, mantendo constantemente encontros políticos com deputados federais, e senadores do estado, conseguindo assim, emplacar emendas parlamentares para a cidade. Tendo como prioridade a educação e a saúde, o prefeito corre em busca de melhorar ainda mais esses serviços, já que as cotas do FPM, não são suficientes para manter um atendimento de alto nível, e os recursos caem mensalmente.

Se o governador ajudasse um pouco a cidade, amenizava os problemas, mas só persegue!