MAIS UM MINISTRO DE TEMER É DELATADO: JUNGMANN


Raul Jungmann, da Defesa, é mais um acusado por delatores da Odebrecht de levar dinheiro de caixa dois em campanha, diz o colunista Lauro Jardim, do Globo; a lista do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, de denunciados em delações já tinha seis ministros do governo Michel Temer

247 - Como se estivesse pequena a lista de ministros de Michel Temer citados em denúncias de corrupção por delatores da Odebrecht, eis que chega mais um: Raul Jungmann, da Defesa, acusado de levar dinheiro de caixa dois, segundo o colunista Lauro Jardim, do Globo.

A lista de 83 pedidos de investigação que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao Supremo Tribunal Federal e foi vazada por procuradores do Ministério Público à imprensa já havia seis ministros do governo.

Eliseu Padilha (PMDB), da Casa Civil, Moreira Franco (PMDB), da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Kassab (PSD), das Comunicações, Bruno Araújo (PSDB), das Cidades, Aloysio Nunes Ferreira (PSDB), das Relações Exteriores, e Marcos Pereira (PRB), da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.