Chico Marinheiro rebate Pádua Leite.

Nesta terça-feira (27), o irmão do vereador Neguinho Marinheiro (PSD), ‘’Chico Marinheiro’’, utilizou o programa Debate sem censura na rádio Pop, que tem como um dos jornalistas, Antônio Malvino, para se dirigir ao ex-vereador Pádua Leite, para dizer que seu irmão o vereador ‘’Neguinho Marinheiro’’(PSD), é líder do prefeito na Câmara Municipal. Chico Marinheiro disse que o ex-vereador, não tentasse jogar o seu irmão contra o esquema político que ele faz parte, por que é o grupo que os respeita e não jogar contra a família de sua esposa.

Também Chico Marinheiro falou do caso do Camarote que a família Liberalino, queria colocar na calçada e que por uma recomendação do Ministério Publica, teve quer ser retirado, e que o ex-vereador quis jogar o vereador Neguinho Marinheiro (PSD), contra a família Liberalino, e ele não ia conseguir fazer esse jugo surjo, e que o ex-vereador não separa a política das amizades da família. 

Chico Marinheiro também relembrou de uma denuncia feita pelo ex-vereador, dos carros da família Liberalino, que se encontrava na calçada, obstruindo a passagem dos pedestres.

Chico Marinheiro disse que amanhã ira ligar para o programa debate sem censura para responder a Marcelo Piancó.

Matéria essa do Blog Pádua Leite abaixa: 

Em Piancó a Falta de Respeito aos Portadores de Necessidades Especiais já se tornou rotina...

Flagra de motocicletas obstaculando a rampa para cadeirantes na Pça. Salviano Leite

O vereador Pádua Leite (PT) apresentou o Requerimento nº 048/2013, que "Requer ao prefeito constitucional de Piancó, Francisco Sales de Lima (DEM), que se dê cumprimento à Lei Federal nº 10.098, de 19/12/2000, que 'Estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida', garantindo o acesso incondicional desses cidadãos às vias públicas, praças, calçadas e edifícios públicos, além de adaptar os banheiros públicos." O Requerimento foi aprovado na sessão ordinária do 18/04/2013, a unanimidade, mas nenhuma providência fora adotada pelo prefeito até agora.

Em conversa com o prefeito, o vereador Pádua Leite (PT)  cobrou medidas urgentes da Prefeitura de Piancó para que se cumprisse o que a Lei Federal impõe, tendo recebido do prefeito o compromisso de iniciar os trabalhos a partir do mês de janeiro/2014.

No entanto, o maior problema encontrado pelos portadores de necessidades especiais não é falta de ação governamental, mas a falta de conscientização e educação do piancoense, que, inexplicavelmente, acredita que as praças ou calçadas são bens particulares. As fotos desta matéria retratam a verdade dos fatos e, pasmem, forçam o vereador Pádua Leite (PT) a intentar, juntamente com a ASSOCIAÇÃO DOS PORTADORES DE NECESSIDADES ESPECIAIS DE PIANCÓ(APNEP), ações judiciais e administrativas para obrigar o cumprimento da Lei Federal nº 10.098/2000, obrigando o acesso, principalmente, dos cadeirantes nas calçadas, vez que muitos cidadãos colocaram verdadeiras lombadas de acesso à garagens, impedindo a acessibilidade dos portadores de necessidades especiais.

"A calçada não é do dono da casa. A calçada é bem comum do Povo e não de particular. Em Piancó, o dono da casa acha que a calçada é dele e faz dela uma propriedade privada, construindo verdadeiras rampas de acesso à garagens, e, ao mesmo tempo, impedindo o tráfego de cadeirantes. Outros, mal educados, estacionam motos e automóveis nessas calçadas ou nas praças, não se preocupando com o pedestre. Isso é um absurdo que não iremos tolerar. Iremos procurar o Ministério Público para obrigar esses cidadãos a deixar espaço em suas calçadas para os pedestres, como também o tráfego de cadeirantes." - disse o vereador Pádua Leite (PT)


Flagra de automóvel estacionado em cima da Pça. Salviano Leite 
Flagra de motocicletas estacionadas em cima da Pça. Salviano Leite

Flagra de automóvel estacionado em cima da Pça. Salviano Leite

Rampas de acesso à garagens impede o tráfego de cadeirantes...

Automóveis estacionados em calçadas impedem o tráfego de pedestres e de cadeirantes