Em conversa gravada, Temer disse a Joesley que ele foi uma das maiores influências à escolha de Meirelles para a Fazenda

Temer disse a Joesley que empresário influenciou escolha de Meirelles para governo, diz PF

BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Michel Temer disse em conversa gravada com Joesley Batista, um dos donos da JBS, que o empresário foi uma das maiores influências que levaram à escolha de Henrique Meirelles para comandar a o Ministério da Fazenda, afirmou a Polícia Federal em relatório sobre inquérito contra o presidente entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta segunda-feira.

Ao transcrever o diálogo gravado por Joesley, a PF disse que Temer disse que “uma das influências maiores que determinaram a vinda dele (Meirelles)” foi do controlador da JBS, que firmou acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República.

O diálogo tem breves interrupções, mas em um trecho que se refere ao ministro, Joesley lembra que Meirelles trabalhou para seu grupo empresarial e sugere “ir mais firme nele” ao tratar de interesses de suas empresas, acrescentando que desta forma “acho que ele corresponde”.

O Ministério da Fazenda informou que não se pronunciaria sobre o assunto.