Sargento da PM natural de Diamante é assassinado durante festa, na madrugada deste domingo


O Policial foi assassinado a tiros a queima roupa, durante uma festa, no Sítio Pacatão, município de Coremas (PB), por volta das 2h da manhã.

Uma notícia trágica, deixou chocada toda a família de José Gomes da Silva, Sargento da Polícia Militar, de apenas 47 anos, natural da cidade de Diamante (PB), nas primeiras horas deste domingo (23).

O Policial foi assassinado a tiros a queima roupa, durante uma festa, no Sítio Pacatão, município de Coremas (PB), por volta das 2h da manhã.

Segundo as informações colhidas pelo Portal DiamanteOnline, J.Gomes como era conhecido no meio militar, havia se desentendido com um popular que também participava do evento, quando o popular pouco tempo depois se armou e efetuou vários disparos de arma de fogo contra o policial.

J.Gomes chegou a ser socorrido para o Hospital da cidade ainda com vida, porém não resistiu e veio a óbito pouco tempo depois.


Companheiros de J.Gomes fizeram as buscas pelo acusado e ao amanhecer conseguiram prender o acusado do crime, identificado pelo nome de Damião Pereira da Silva, morador do Sítio Boa Vista, que estava escondido em sua casa ainda com a arma do crime, a moto utilizada para fugir e a camisa com respingos de sangue, informou a PM. Ele já está recolhido na Delegacia de Polícia Civil, onde será autuado em flagrante.



(Acusado e a arma do crime)

O corpo do Policial deverá ser encaminhado para o IML da cidade de Patos para a realização do exame cadavérico e em seguida entregue a família.


J.Gomes morava na Rua São Paulo onde deve acontecer o velório. Com a viúva ele deixa um filho que também é policial militar e uma filha.

A cidade de Diamante está chocada com a notícia. O Policial era muito bem quisto pela população.

J.Gomes tem atuação militar em todo o Vale do Piancó e atualmente estava trabalhando em Coremas, porém, nNo momento do crime ele não estava em serviço.


Fonte Diamante Online