Folha revela que PSB nacional recomenda retirar candidaturas sem viabilidade eleitoral; Azevedo corre risco de ser barrado

Em meio a um oceano de desconfianças de aliados em torno de sua viabilidade eleitoral, a pré-candidatura de João Azevedo, do PSB, passa a conviver com um outro obstáculo, a direção nacional do seu partido. Conforma a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, a direção nacional do PSB recomenda aos diretórios estaduais que só mantenham candidaturas majoritárias com viabilidade e chances reais de vitória.

A recomendação é por conta dos parcos recursos do fundo partidário, cuja divisão deve privilegiar os estados com maior potencial eleitoral. Nos bastidores, fala-se numa corrida contra o tempo, uma vez que Azevedo precisa mostrar musculatura nas pesquisas eleitorais, para evitar desperdício de recursos.

       Publicidade

Conforme a publicação, “numa tentativa de fazer o fundo eleitoral cobrir as despesas da campanha, o presidente do PSB, Carlos Siqueira, vai se reunir com dirigentes estaduais do partido para pedir que eles só mantenham na disputa os nomes considerados viáveis”.

Twitter